2

A Hora da Shantala

Durante todos esses anos foram muitas vezes que a emoção tomou conta de mim! Em cada curso em grupo, cada casa com uma história e expectativas nesse mundo novo da maternidade e paternidade.

Já chorei junto com mãe e pai após o momento da Shantala e descubro cada vez mais a delicadeza e profundidade dessa técnica tão importante para a família que está se formando se conhecer melhor!

Por isso, nesse post contei com algumas mamães que gentilmente traduziram esse momento da Shantala para todas nós, dividindo a sua alegria!
Michelle Przewozinski, mãe da Marina e Ariel
Tenho 2 filhos, uma de quase 4 anos e um de 2 meses. O mais novo tinha muita cólica, então pensei que talvez uma massagem pudesse ajudá-lo, resolvi fazer o curso de shantala, ele tinha 45 dias.


No dia do curso, a Denise veio, com toda sua calma e paciência, mas parecia que o Ariel não estava muito afim de colaborar, queria mesmo era comer de hora em hora! Mas como a Denise fala, cada criança tem o seu momento e assim foi, depois de umas horas o Ariel resolveu ficar mais tranquilo, então pudemos fazer a massagem.

Foi incrível, ele foi super receptivo, olhava com uma cara de prazer, que deixa qualquer mãe babando, e desde o curso ele tem sempre esse olhar quando vamos começar a massagem.
Não preciso nem falar que a Shantala deixou de ser uma solução para a cólica e passou a ser um momento de prazer para nós dois! Ele adora a massagem e eu amo a reação dele quando eu faço.

Com a Marina, é diferente, ela pede para fazer massagem, é muito engraçado porque ela já sabe os passos, então ela mesma vai falando o que vai acontecer. Ela não pára muito quieta, é até difícil de fazer porque ela não pára de falar, mas sempre falando que é muito bom, que ela adora.

Posso dizer que a Shantala hoje faz diferença no meu relacionamento com os meus filhos. 

Denise, muito obrigada por ter me ajudado a descobrir uma maneira diferente de mostrar para os meus filhos que eu os amo muito!”


Patrícia Abbodanza, mãe do João
“Procurei a Shantala logo depois que parei de dar de mamar como meio de ter um contato físico que ‘substituísse’ a amamentação. É uma troca de carinho muito gostosa. Além disso o intestino dele melhorou muito!”



Flávia e Clayton, grávidos da Clara
“Nós, eu e meu marido estamos diante de uma nova fase em nossas vidas: a chegada da Clara. Temos a consciência de que precisamos nos preparar para as mudanças e nos dedicar muito, para realmente nos sentirmos pais e completos como família.

Assim, decidimos fazer o curso de Shantala com a Denise, inicialmente pensamos na massagem no sentido de confortá-la, mas durante a aula percebemos que a Shantala irá nos proporcionar outros benefícios, afinal vamos aumentar nossos vínculos e afetos.

Entretanto, para nossa surpresa, o curso com a Denise não consiste apenas nos ensinamentos técnicos da Shantala, vai muito além. Ela nos ensinou e explicou coisas do dia-a-dia que farão muita diferença para criar e educar a Clara de uma maneira mais feliz!

A Denise não está presente no curso apenas como profissional, é uma pessoa extremamente especial, atenciosa, abençoada e tem uma paciência incrível! Gostaríamos de parabenizá-la pelo trabalho tão bem desenvolvido, pelo interesse no bem-estar dos pacientes e principamente pela pessoa que é.

Denise, obrigada por tudo, temos certeza que nossa família será mais feliz e harmoniosa depois do seu curso!” 

Paula, mamãe do Lucas

“Fiz o curso de Shantala no meu último mês de gestação. Sempre tive paixão por essa massagem, mas somente após aplicar a Shantala em meu filho foi que realmente compreendi que a Shantala é um ato de amor, uma forma de me aproximar ainda mais dele. Trabalho em período integral, mas todos os dias reservo um horário somente para nós dois. As cólicas dele praticamente cessaram e notei uma grande evolução em seu desenvolvimento motor.

Alexandra e Julia
“Bom, não sou muito boa para escrever, mais acho que é isso que sinto quando busco me desprender de tudo para mergulhar no momento mágico de envolvimento que a Shantala exige. Momento único, na qual consigo sentir e transmitir o mais puro afeto.

O toque e o olhar que acolhe, que conforta e traduz o mais significante dos sentimentos, que só vem a fortalecer nosso vínculo. É o estar junto que ensina a ter sensibilidade para se compreender para além da comunicação verbal. Enfim, uma experiência emocional enriquecedora!”

Quer ler mais depoimentos, veja aqui 
Denise Gurgel

Denise Gurgel

2 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.