0

Estimule o pai a fazer Shantala no bebê

E para o bebê é maravilhoso ter esse momento com o pai. O contato com o corpo do pai durante a massagem, escutar a voz, ver o rosto e expressões, treinar aquele falatório bebenhês é uma forma deliciosa de construir e fortalecer o vínculo afetivo.

Desde o útero, a criança já escuta e discrimina a voz dos pais devido à diferença de tonalidade. O vínculo do bebê com a figura paterna se inicia ainda no útero e a hora massagem é uma forma gostosa de dar continuidade nessa relação.

Além disso, o pai oferece uma variedade de estímulos diferentes da mãe. É como comparar um carrossel com a mãe num parque e o pai…ah, ele seria a montanha russa! Garanto que você já pediu mil vezes para o seu parceiro não levantar o bebê para o alto!

O mais importante é deixar os dois curtirem esse momento do jeito deles. Cada um tem uma forma de tocar e acariciar o bebê na hora da Shantala e o pai terá o jeito dele. Nem certo e nem errado, apenas o jeito dele.

Então mamãe, apenas fique do lado babando nos seus dois amores e curta esse momento em família!

Denise Gurgel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.