0

Conversando com o bebê

Os bebês falam através dos seus gestos, por isso aprender a ler e interpretar a comunicação corporal é importante e leva um tempinho para tudo ser mais claro.

Nós adultos nos comunicamos mais através da linguagem verbal e ao mesmo tempo dominam a linguagem corporal. Para o bebê a linguagem corporal dos pais expressa muito mais do que a linguagem verbal, ele reage muito mais àquilo que sente e percebe através do seu corpo, do que o que escuta.

Embalar, aninhar, acariciar, massagear o bebê são formas de ampliar o contato e de aprender a fazer essa leitura corporal do bebê. Através do corpo o bebê expressará seus sentimentos e necessidades e a partir do momento que é compreendido torna-se mais próxima à solução.

Não há mistério, basta ter contato, dedicar-se e relacionar-se, com o olhar voltado às expressões do pequeno. Compreendendo isso, diminui a necessidade do bebê chorar para se fazer compreendido. Uma forma bastante simples, eficaz e diferente no dia-a-dia de aprender a linguagem corporal é massagear o bebê através da Shantala. A massagem além de ser um ato de amor e vinculação (dentre outros benefícios), permite um diálogo corporal, onde quem aplica se coloca em inteira atenção para oferecer satisfação ao bebê. O ritmo corporal da Shantala e contato olho no olho permitem uma visão ao entendimento dos movimentos do bebê, a solução se aproxima e diminui o sofrimento de ambos.

Hoje, olhe para o seu bebê de um jeitinho diferente, mais atenta (o) e descobrirá que ele conversa com você o tempo todo, mesmo sem falar.
 
Por Denise Gurgel
FONTE Site Toque Feminino: http://www.toquefeminino.com.br/v2/comportamento/672-conversando-com-o-bebe

Denise Gurgel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.