0

Como livrar seu bebê das cólicas

Se o bebê chora no final da tarde e começo de noite sem motivo aparente e nada o acalma, pode ser cólica. É muito comum os bebês sofrerem com cólicas nos primeiros meses de vida e normalmente ocorrem sempre nos mesmos horários e podem durar até três horas.
Na crise, o bebê dá sinais sobre a dor com um tipo de choro diferente e forte, fica inquieto e com as mãos fechadas, enruga a testa, pode ficar mais avermelhado, faz caretas, se contorce encolhendo as perninhas e a barriguinha fica endurecida.
É normal que ela aconteça, já que os bebês nascem com o sistema digestivo imaturo. Por isso, na hora da crise nada de ficar aflita, pois se o bebê perceber essa tensão, as cólicas podem piorar. Respire fundo e saiba que essa fase passará por volta dos três meses e que para ajudar existe uma forma natural de livrar o pequeno desse desconforto.
Shantala é uma massagem indiana para bebês e crianças muito eficaz para prevenir as cólicas quanto para tratar. A técnica foi trazida ao ocidente pelo obstetra francês Frédérick Leboyer que numa viagem a Índia, observou uma mãe numa rua de Calcutá massageando seu bebê com uma intimidade e interação encantadora. Leboyer fotografou em dias consecutivos e ao publicar o livro deu o nome da massagem de Shantala, pois esse era o nome da jovem mãe.
Essa massagem traduz um momento especial oferecendo a oportunidade dos pais terem um contato mais prolongado com o bebê e uma forma de tocar diferente no do dia-a-dia. Esse carinho ajuda os pais a reforçar o vínculo afetivo e no momento da crise de cólica é essencial para o bebê sentir-se amado e protegido.
No momento da crise todo o corpo do bebê ressoa a dor, até mesmo sua musculatura fica rígida pela agitação da dor e stress.
Por isso, o contato íntimo da massagem, o toque carinhoso, sentir o cheiro dos pais, a respiração e batimento do coração é tranqüilizador para o bebê. Além desse contato os movimentos abdominais da massagem favorecem o peristaltismo do intestino, ajudando a liberar rapidamente os gases.
Separe um tempinho durante o dia para exercitar a prática da massagem e prevenir as crises. Escolha um local tranqüilo e aquecido, desnudo-o e coloque-o sobre as pernas estendidas. Separe um óleo de origem vegetal e passe nas mãos para deslizar com mais facilidade na barriguinha do bebê.
 
Esfregue suas mãos para aquecê-las e com as duas espalmadas passe-as no abdômen verticalmente em direção ao púbis do bebê, ao terminar a massagem complemente com um gostoso banho de imersão para completar a sensação de relaxamento. Tranquilo assim, com certeza após esse momento o bebê desejará tirar uma sonequinha!
Denise Gurgel

FONTE: Blog Cegonha Feliz

Denise Gurgel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.