0

Casa Segura para o seu bebê

Preparamos o quartinho do bebê, pintamos as paredes, compramos móveis e objetos lindos para decorar. E você imagina que tudo está pronto, nada disso! E as posições dos móveis, qual será o lugar mais seguro para o berço ficar?
Parece exagero se preocupar, mas não é! Os pequenos crescem rápido e são muito curiosos, principalmente quando estão engatinhando e andando. Por isso, adaptar a casa com o tempo será a ordem da casa.
Interagir com objetos e explorá-los, conhecer todos os cantinhos da casa, enfim rapidamente os pequenos dominam todo o espaço e o que há neles. 
Tornar casa segura é fundamental para que a criança não se machuque e para isso precisamos entrar na perspectiva visual dos pequeninos e achar todos os perigos da casa. Calma, você não precisará sair engatinhando pela casa, veja algumas dicas de segurança.
Na Sala e Quartos
Janelas e sacadas – em todos os ambientes deve haver redes de proteção ou grades. Evite deixar cadeiras e sofás próximos a redes ou grades para evitar que a criança escale.
Protetor de tomada – cubra todas protetores para evitar choques.
Móveis – proteja quinas afiadas com cantoneiras e mantenha-os longe de janelas e cortinas, a fim de que a criança não o escale.
Berço – as grades do berço devem ter no máximo 5 cm entre elas.
Escadas – coloque portões de segurança no topo e pé das escadas.
Plantas – Não tenha em casa plantas que podem causar intoxicação e deixe-as em lugares altos e próximos a parede.
Banheiro – deixe a porta fechada para que a criança não se aproxime do vaso sanitário e espelho. Sempre tampe o vaso sanitário e guarde em armários inacessíveis lâminas de barbear, tesouras e secadores.
Água: deixe baldes e banheiras sempre vazias.
Brinquedos: Antes de comprar um brinquedo confira se há o selo do Inmetro.
Na Cozinha e Área de Serviço
Cozinha – proteja o fogão, principalmente o forno. Na cozinha vale à pena colocar portão de segurança. Deixe as panelas com o cabo virado para a parede. Deixe os fósforos e isqueiros num armário alto.
Eletrodomésticos: proteja todos os fios de eletrodomésticos para que a criança não os puxe.
Produtos de limpeza – mantenha-os em lugares inacessíveis a criança e evite colocar em outros recipientes, como garrafas de refrigerantes, para que a criança não confunda.
Sacos plásticos: mantenha em lugares inacessíveis a criança, a fim de evitar sufocação.
Remédios: deixe-os guardados em armários altos, evite deixá-los baixos, num criado-mudo, por exemplo.
Quer saber mais?
Denise Gurgel

Denise Gurgel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.